Imagens e laudos de alta
qualidade e precisão!

Ressonância magnética: o que é, para que serve e como é feita

O exame de ressonância magnética é um exame indolor de diagnóstico por imagem que possui uma grande precisão, e produz imagens em 2D e 3D dos órgãos, com alta definição.

Utilizado para a análise de doenças cardíacas, abdominais, cervicais, neurológicas e ortopédicas, o nível de detalhes presentes nas imagens geradas por este exame são de altíssima qualidade e por este motivo ele é o mais indicado para a identificação de problemas de saúde, como por exemplo:

  • câncer;
  • infartos;
  • fraturas;
  • analisar inflamações ou infecções no cérebro, nervos ou articulações;
  • identificar massas ou tumores nos órgãos do corpo;
  • observar alterações nos vasos sanguíneos, como aneurismas ou coágulos;
  • lesões nos órgãos internos e até infecções.

Quais são os tipos de ressonância magnética?

Os tipos de ressonância magnética dependem do local afetado, sendo que os mais comuns incluem:

Ressonância magnética da pelve, abdômen ou tórax: serve para diagnosticar tumores ou massas em órgãos como útero, intestino, ovários, próstata, bexiga, pâncreas, ou coração, por exemplo; 

Ressonância magnética do crânio: ajuda a avaliar malformações cerebrais, hemorragia interna, trombose cerebral, tumores cerebrais e outros alterações ou infecções no cérebro ou nos seus vasos;

Ressonância magnética da coluna: ajuda a diagnosticar problemas na coluna e medula espinhal, como tumores, calcificações, hérnias ou fragmentos de ossos, após fraturas, por exemplo;

Ressonância magnética de articulações, como ombro, joelho ou tornozelo: serve para avaliar os tecidos moles dentro da articulação, como a bursa, tendões e ligamentos.

Como é feita a ressonância magnética?

De modo geral, a ressonância magnética trata-se de um exame rápido (cerca de 15 minutos), indolor, cujo único preparo é, de fato, retirar qualquer parte metálica do corpo. 

O técnico coloca o paciente (vestindo apenas um avental) na máquina, que se parece com um enorme tubo, e inicia o exame na parte do corpo de interesse.

Durante o processo, é preciso ficar totalmente imóvel, pois um deslocamento mínimo pode comprometer a geração da imagem

Por isso e pelo fato de ficar dentro de um tubo, o exame pode causar desconforto ao paciente. Porém, isso é algo sensorial e não físico, de fato.

Com a ajuda de um microfone, o técnico ou o médico pode ajudar o paciente a se sentir melhor e orientá-lo a ficar na posição recomendada. 

No final, basta que ele se levante e pode ser encaminhado a uma sala para se trocar.

O resultado da ressonância magnética fica pronto em, no máximo, 3 a 7 dias.

Onde fazer ressonância magnética?

O exame de ressonância magnética pode ser realizado pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e por clínicas e laboratórios particulares.

Todos os aparelhos da RD Xavier, para realização da ressonância magnética, são de alto campo magnético (1,5 e 3 Tesla) gerando imagens de alta qualidade e resolução.

Encontre aqui mais informações sobre o exame de ressonância magnética clicando aqui.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Entendendo o procedimento A ultrassonografia obstétrica usa ondas sonoras para produzir imagens de um bebê (embrião ou feto) que está dentro de uma m…

FALE
CONOSCO

ENDEREÇO

Unidade I – Juçara
Rua Pernambuco, 545, Juçara,
Imperatriz-MA.

Unidade II – Centro
Rua Paraíba, 694, Centro, Imperatriz-MA.

ATENDIMENTO

Horário de funcionamento:
Segunda a Sexta das 8h às 18h
e Sábado das 08h às 12h.

REDES SOCIAIS

COMO PODEMOS
TE AJUDAR?