Imagens e laudos de alta
qualidade e precisão!

Vesícula biliar: principais funções, doenças mais comuns e causas.

A vesícula biliar tem a função de armazenar a bile, produzida pelo fígado para a digestão de gorduras no intestino.

vesicula biliar

A vesícula biliar é um pequeno órgão em forma de saco, localizado sob o lobo direito do fígado. Ambos estão localizados atrás das costelas. A vesícula biliar tem de 7 a 10 cm de comprimento, e está conectada ao fígado e ao duodeno através do trato biliar. Sua função é armazenar a bile, líquido produzido pelo fígado que atua na digestão de gorduras no intestino.

A bile é formada por várias substâncias, entre elas o colesterol, responsável pela maioria da formação de cálculos (pedras na vesícula), que podem impedir o fluxo da bile para o intestino e causar uma inflamação (colecistite).

Principais funções da Vesícula Biliar 

A principal função da Vesícula Biliar, como já dissemos neste artigo, é  armazenar a bile, mas além disso realiza as seguintes funções:

  • Armazenar e concentrar a bile produzida pelo fígado;
  • Esvaziar e reabastecer o estoque de bile em resposta ao hormônio digestivo colecistocinina, que é responsável por estimular a liberação da bile;
  • Produzir bicarbonato de sódio, que faz parte do suco biliar e ajuda a neutralizar os ácidos do estômago;
  • Produzir mucinas, que protegem as células da vesícula biliar a bile;
  • Liberar a bile no intestino delgado, facilitando a absorção de vitaminas da alimentação. A bile liberada depende do volume de gordura digerido e da quantidade de colecistocinina, um hormônio digestivo produzido pelo intestino.

Doenças comuns na vesícula biliar

As principais doenças que podem afetar a vesícula biliar são:

1. Pedra na vesícula

A pedra na vesícula, conhecida cientificamente como colelitíase, acontece pela cristalização da bile dentro da vesícula biliar, formando pequenas pedras que podem dificultar a saída da bile para o intestino, causando dor. Além disso, a pedra na vesícula também pode se formar quando a bile fica longo período de tempo retida na vesícula.

Geralmente, o ultrassom consegue detectar pedra na vesícula, mas existe a possibilidade de exames como a ressonância magnética ou tomografia computadorizada.

2. Vesícula preguiçosa

A vesícula preguiçosa, como é conhecida popularmente, é uma alteração no funcionamento da vesícula, que deixa de liberar bile em quantidade suficiente para digerir as gorduras dos alimentos, causando sintomas como sensação de estômago cheio mesmo após ter comido pouco, inchaço, excesso de gases, azia e mal estar. 

O diagnóstico pode ser feito por um gastroenterologista, que avalia os sintomas, exame físico e histórico clínico, mas também pode ser necessário realizar outros exames como ultrassom abdominal ou até ressonância.

3. Pólipos na vesícula

O pólipo na vesícula caracteriza-se por um crescimento anormal de tecido da parte interna da parede da vesícula biliar, sendo na maior parte dos casos assintomático e benigno. é descoberto durante exames de ultrassonografia abdominal ou durante o tratamento de outro problema na vesícula.

No entanto, em alguns casos podem surgir sintomas como náuseas, vômitos, dor abdominal do lado direito ou pele amarelada. O diagnóstico e acompanhamento dos pólipos de vesícula pode ser feito com a ultrassonografia do abdome.

4. Colecistite

A colecistite é uma inflamação da vesícula biliar causada pela presença de pedras na vesícula ou tumor na vesícula biliar, provocando sintomas como dor do lado direito da barriga, náuseas, vômitos, febre ou maior sensibilidade à palpação do abdome.

O diagnóstico definitivo de colecistite é feito por exame de imagem a partir da suspeita clínica. O exame de imagem de primeira escolha é a ultrassonografia de abdome, sendo a cintilografia hepatobiliar a alternativa de preferência.

5. Refluxo biliar

O refluxo biliar, também conhecido por refluxo duodenogástrico, ocorre quando a bile liberada no intestino volta para o estômago ou esôfago, aumentando o pH e provocando alterações nas camadas protetoras de muco no estômago e inflamação do estômago. Para o diagnóstico é  recomendada a realização de endoscopia e a impedância esofágica.

6. Câncer de vesícula biliar

O câncer da vesícula biliar é um problema raro e grave que geralmente não provoca sintomas, sendo, na maior parte dos casos, descoberto numa fase avançada, podendo já ter afetado outros órgãos como o fígado e causando sintomas como pele e olhos amarelados, dor e inchaço abdominal, ou diminuição do apetite e perda de peso sem motivo aparente.

Normalmente, o diagnóstico é feito por um gastroenterologista que utiliza alguns exames de imagem, como ultrassom abdominal, tomografia computadorizada ou ressonância magnética para identificar o desenvolvimento de câncer na vesícula.

Fatores que podem causar doenças na vesícula biliar

Diversos fatores podem alterar a composição da bile e aumentar o risco de pedra na vesícula, dentre eles podemos citar:

  • Dieta rica em gorduras e carboidratos, e pobre em fibras;
  • Sedentarismo;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Hipertensão (pressão alta);
  • Fumar;
  • Uso prolongado de anticoncepcionais;
  • Elevação do nível de estrogênio, o que explica a incidência maior de cálculos biliares nas mulheres.
  • Predisposição genética.

Aviso para possíveis casos de pedra na vesícula

Consulte um médico se os sintomas de pedra na vesícula se manifestarem, principalmente se forem seguidos de febre, náuseas e vômitos. 

O médico vai avaliar a saúde da sua vesícula biliar e se necessário solicitar alguns exames, incluindo exames de imagem para o diagnóstico definitivo e seguir com o melhor tratamento, o mais rápido possível. 

REFERÊNCIAS

Pedra na vesícula (cálculo biliar) | Biblioteca Virtual em Saúde MS 

Vesícula biliar: função, onde fica e principais doenças – Tua Saúde

Vesícula biliar | Drauzio Varella 

Como deve ser a alimentação para vesícula preguiçosa – Tua Saúde

Abordagem diagnóstica da colecistite aguda – PEBMED.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

OUTRAS PUBLICAÇÕES

FALE
CONOSCO

ENDEREÇO

Unidade I – Juçara
Rua Pernambuco, 545, Juçara,
Imperatriz-MA.

Unidade II – Centro
Rua Paraíba, 694, Centro, Imperatriz-MA.

ATENDIMENTO

Horário de funcionamento:
Segunda a Sexta das 8h às 18h
e Sábado das 08h às 12h.

REDES SOCIAIS

COMO PODEMOS
TE AJUDAR?